Bob Marley uma vez falou que “a curva mais bonita de uma mulher é seu sorriso”. E a gente aproveita a frase pra dizer que não é só a das mulheres, viu Bob? Quem nunca caiu de amores por um lindo sorriso, não é mesmo?

Nesse post da Série Profissões, a gente conhece aqueles que cuidam dessa “curva”, usam roupas brancas e têm a maquininha que faz o barulho mais temido do mundo: os dentistas.

 

O Maurício Gerhardt, de 26 anos, formado pela PUCRS, e a Júlia Nunes, 22 anos, estudante do oitavo semestre da UFRGS, contaram pra gente como é o curso de Odontologia. O que eles têm a dizer? Confere aí:

A Odonto me escolheu

Tem certas escolhas na vida que a gente não consegue explicar. A do Maurício pela Odontologia é uma delas. Ele não tinha nenhum parente dentista, mas falava em exercer essa profissão desde as primeiras palavras.

 

Nunca pensei em fazer outra coisa, nem nunca me imaginei fazendo outra coisa. Nasci pra ser dentista, eu acho.”

 

cEsse é o Maurício! Arquivo pessoal.

Já a escolha da Júlia não aconteceu muito cedo, mas ela também nunca pensou em mudar de área. No terceirão, sabia que as Ciências da Saúde eram sua praia, mas faltava decidir qual graduação cursar.

 

Fiz uns testes e descobri que eu tinha muita habilidade com coisas pequenas. Então, me falaram sobre a Odontologia. Pesquisei e gostei muito.”

 

3Júlia e sua turma no início do curso! Arquivo pessoal.

Foi assim que a Júlia entrou em Odontologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2012. Justamente nesse ano, Maurício se formava na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, onde tinha ingressado em 2008.

Foco nas pessoas

Tem uma galera que não pode ouvir a palavra “dentista” que fica sem saber o que dizer… só sentir (e sentir tremores!). Outros caem desmaiados quando enxergam um pouco de sangue. Afinal de contas, pessoas assim podem ser dentistas? O Maurício garante que sim!

 

Sempre tem aquele pessoal na Faculdade que desmaia ao dar a primeira anestesia ou ao ver sangue. Mas, com o tempo, isso é vencido.”

 

Foi o que aconteceu com a Júlia. Ela tinha um pouco de medo, mas, quando entrou no curso, passou a ver aquilo como trabalho e o receio foi passando.

Porém, os dois concordam que, se tem algo imprescindível para ser um bom dentista, é saber e querer lidar com pessoas!

 

Paciência é uma qualidade que o dentista precisa ter. Saber ouvir também”, lembra Maurício.

 

Na profissão, você vai encontrar pessoas com particularidades, dificuldades e experiências que fazem cada atendimento ser diferente do outro. Segundo a Júlia, algumas cadeiras de Psicologia durante o curso ajudam os alunos a se preparar para se relacionar profissionalmente com o paciente.

Não é moleza, não!

Não crie falsas esperanças. Segundo os nossos entrevistados, Odontologia é um curso do tipo cabeça nos livros. “O aluno de Odonto passa mais tempo na Universidade do que em sua própria casa durante os cinco anos de formação”, conta Maurício.

5A turma da Júlia mandando ver nos estudos! Arquivo pessoal.

No início, a carga horária é bastante grande, com muitas aulas teóricas. Algumas matérias desse período são Histologia (estudo dos tecidos), Anatomia dentária, Anatomia geral, Fisiologia. “O pessoal que estava mais adiantado na graduação sempre me consolava, dizendo que o início é bem puxado mesmo, mas depois melhora”, lembra Júlia.

Turma unida

Diferente de alguns cursos onde a galera vai se separando ao longo dos anos, as turmas de Odontologia geralmente permanecem as mesmas do início ao fim. Segundo a Júlia, isso faz com que o pessoal seja muito unido. “Acontecem muitas festas e encontros da turma, a gente fica bastante tempo juntos.”

2Entre as provas, até sobra um tempinho pra festa junina na turma da Júlia. Arquivo pessoal.

A turma do Maurício também era muito amiga e tinha mais mulheres do que homens. “Antigamente, o curso era de maioria masculina, mas hoje são elas que dominam a profissão!”

1Olha aí as meninas dominando a turma do Maurício! Arquivo pessoal.

Mãos na massa, ou melhor, nos dentes!

É, geralmente, a partir do quinto semestre que os estágios começam na Odontologia. Na UFRGS, a Júlia contou que os alunos atendem na clínica da própria Universidade, onde passam por diversas especialidades. “Temos nossos pacientes e vamos cuidando deles ao longo do semestre ou de mais de um semestre. Isso é ótimo, porque podemos atender melhor as necessidades deles, criar um vínculo.”

Fazer extrações, aprender a dar anestesia. Para o Maurício, a parte prática é uma das mais importantes do curso.

 

É ali que o aluno vai encarar muitos casos enquanto ainda tem a possibilidade de tirar dúvidas com o professor. Quanto mais trabalhamos na Faculdade, melhor!”

 

12724801_456470374546248_615171857_nSorria! Arquivo pessoal.

Vida real

Quando o Maurício se formou, estava um pouco perdido. “Não tenho parente dentista e os equipamentos para montar consultório são bem caros, portanto o investimento é alto.”

 

Segundo a Júlia, uma cadeira odontológica custa em torno de R$ 30 mil. –

 

O que a maioria dos recém-formados acaba fazendo é trabalhar para os outros até poder montar o seu consultório ou clínica. “Pode ser uma caminhada longa e difícil, mas com persistência e competência todos chegam lá!”, lembra o Maurício.

14278952_1072709839449029_680206041_nAjudando a manter tudo limpinho na clínica. Arquivo pessoal.

O Maurício alugou um consultório e começou a fazer sua clientela. “Acho que essa fase foi essencial, pois se aprende muito quando se começa a trabalhar no mundo real. A Odontologia da academia é linda e maravilhosa, mas o mundo real é um pouco diferente.” Hoje, além do consultório alugado, ele também trabalha em clínicas.

A rotina é bem corrida. Todo dia estou em um lugar diferente.”

 

Especialista

Depois de dois anos adquirindo experiência no consultório, o Maurício entrou para a especialização em Prótese Dentária. “É a parte que eu mais gosto. Cada dia surge uma técnica nova, materiais novos. Estar sempre atualizado é fundamental!”

12918428_863676707069610_1976869779_nO Maurício escolheu a especialização em Prótese Dentária porque adora reabilitar os pacientes. Arquivo pessoal.

Essa é apenas uma das inúmeras especializações possíveis na Odontologia. Existem também a Endodontia (tratamento de canal), Periodontia (Gengiva e estruturas de sustentação dos dentes), Dentística (restaurações), Odontopediatria (crianças), Cirurgia (traumas de face e extrações), Implantodontia (implantes), Ortodontia (aparelhos), entre outras.

Segundo a Júlia, sempre tem uma especialidade que ~está na moda~ e a do momento é a Implantodontia.  

Carreira acadêmica

A Júlia vai passar esse último ano de Faculdade (a formatura está marcada para o final de 2017) atendendo em postos de saúde de Porto Alegre. A Universidade Federal, segundo ela, foca muito em Saúde Pública, estimulando os alunos a trabalhar em postos e hospitais que atendem pelo SUS.  

4Júlia durante os estágios na Clínica da UFRGS. Arquivo pessoal.

Depois, pensa em seguir a carreira acadêmica. Já faz iniciação científica, ajudando em um trabalho sobre câncer de boca dentro da Faculdade. O próximo passo é tentar a bolsa de Mestrado para seguir no campo da pesquisa.

Segundo ela, esse não é o desejo de muito dos colegas: “A maioria é do interior do Estado e pretende voltar para a sua cidade depois da formatura, onde a clientela é menos concorrida do que na Capital”.

Dicas, pra que te quero!

O Maurício e a Júlia deram várias dicas legais pra você que tá pensando em escolher Odontologia. Dá uma olhada:

  • Se escolher a Odonto como opção de graduação, esteja preparado(a) para estudar muito durante o curso;
  • Não se assuste com a carga de estudos no início do curso. Ao longo do tempo vai ficando menos pesado;
  • Esteja preparado para lidar com pessoas;
  • Aproveite tudo que a Universidade oferece: monitorias, trabalhos voluntários, iniciação científica. Mostrar envolvimento e se relacionar com outras pessoas é muito importante para o aprendizado e para o crescimento como profissional!
  • O Maurício adora postar fotos do seu trabalho no Instagram. Segue ele lá: @mau_gerhardt!

Curtiu conhecer o curso de Odonto? Então se liga na Série Profissões, em que a gente apresenta outras opções de graduação semanalmente. Até o próximo post! 😁