Como são feitos os filmes de animação que a gente adora? Ou o Pokemon Go que fascinou o mundo? Com certeza sabemos que são processos bem complexos e que exigem a participação de muitos profissionais. E um deles é o designer de animação. 😉

 

Confira a conversa que tivemos com a Ketryn e o Otávio, estudantes da UFSC! – 

 

Fã de Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball (quem nunca!), o estudante Otávio Vieira sempre foi ligado em ilustrações e na área de animação. Aos 22 anos, ele está no sétimo semestre do curso e com a mesma motivação desde que entrou na universidade.

A estudante de 25 anos, Ketryn Alves, também demonstra satisfação. Depois de fazer três anos de Jornalismo e de trabalhar com audiovisual, um curso de pós-produção em vídeo e efeitos visuais fez com que ela mudasse para a Animação.

Ninguém sabe o que é!

Assim como cresce o número de produções de animação no país, cresce o interesse de uma galera pela área.

De acordo com Otávio, na UFSC a concorrência para o ingresso tem sido grande: “Isso pode ser explicado pelo grande aumento na produção de séries animadas no Brasil, onde temos animação de altíssima qualidade sendo distribuída pelo mundo inteiro”.

2Otávio diz estar muito satisfeito com o curso na UFSC. Arquivo pessoal.

Se você optar pela carreira, é bem possível que tenha dificuldades de explicar para seus pais como ela funciona. Eu geralmente falo que trabalho com audiovisual e que estudo para produzir desenhos animados e filmes de animação, mas as pessoas quase sempre ficam meio confusas porque não sabem que existe uma faculdade pra esse tipo de coisa”, afirma Ketryn.

Otávio diz que a reação é sempre parecida: “Ah, você faz aqueles desenhos que as crianças ficam assistindo?”.

 

– A faculdade de Design de Animação possibilita ao aluno dominar a criação, o desenvolvimento e a gestão de projetos, compreendendo os processos e as ferramentas práticas relacionadas à animação 2D e 3D. – 

 

4Turma da Ketryn na aula de observação de desenhos. Arquivo pessoal.

O curso na UFSC é considerado um dos melhores do país e, desde o seu surgimento, passou por modificações. De 2009 a 2011 a universidade possuía três habilitações em Design: Design Gráfico, de Animação e de Produto. Atualmente, Animação se desvinculou do Design e tem recebido investimentos, apesar de dificuldades de infraestrutura comuns nas universidades públicas.

“A UFSC está montando um laboratório gigantesco que superou qualquer expectativa que eu tinha. O estúdio vai ter estrutura para captura de movimentos e filmagens com chroma key, captura de áudio de dublagens, produção de som, etc.”, conta Ketryn.

I ❤ ilustras

Durante a faculdade, os estudantes aprendem matérias que visam melhorar o desenho, como Ilustração Digital e Tratamento de Imagem. A Ketryn e o Otávio mandam muito bem nas ilustras (dá só uma olhadinha nos trabalhos que eles enviaram pra gente!). Ela inclusive divulga algumas ilustrações pela página https://www.facebook.com/origameover/home.

3Ilustra feita pela Ketryn. Arquivo pessoal.

10921610_804528496312640_6729800083717639639_oIlustra do Otávio. Arquivo pessoal.

Mas não precisa se preocupar com o nível dos seus desenhos agora. É importante ter paciência. Segundo o Otávio, essa é uma das maiores dificuldades: “A produção de uma animação exige meses de trabalho. Também é preciso refinar bastante a parte de desenho, buscando sempre praticar e deixar o traço o mais solto possível”.

 

Às vezes, as coisas não saem do jeito que a gente imaginou quando teve a ideia da animação, mas isso nem sempre é ruim”, diz Ketryn.

 

Além das aulas que abordam desenho, também existem matérias que desenvolvem a animação quadro a quadro, como Introdução a Animação 2D e Introdução a Animação 2D Avançada. A parte 3D, Captura de movimentos, Modelagem 3D, Pós-produção em vídeo e Design de som também são oferecidas.

Sem crise!

Como todo curso superior, o Design de Animação exige muita dedicação, sobretudo porque é preciso aprender a lidar com muitos softwares. A rotina de trabalho também é intensa, muitas horas nas agências e noites em claro para finalizar projetos!

No entanto, o mercado em expansão compensa. São diversas as opções na área; a remuneração inicial gira em torno de três mil reais e as oportunidades de estágio são bem bacanas.

 

– Pode-se trabalhar em agências de vídeos de publicidade, em produtoras de filmes, empresas de games ou em estúdios voltados exclusivamente para animação. – 

 

1Ketryn na antiga sala de motion capture da faculdade. Arquivo pessoal.

Em 2015, Otávio teve a oportunidade de estagiar na Belli Studio, de Blumenau, que é responsável pela criação de séries para o Cartoon Network.

 

No estágio, tanto a parte prática quanto a parte teórica foram executadas diariamente. Posso dizer que foi de muita importância para o meu crescimento profissional.”

 

Já Ketryn trabalhou com projetos de criação de materiais didáticos para cursos EaD do governo federal, com experiências em ilustração, motion design e pós-produção em vídeo. “Minha vivência de estágio é um pouco diferente do que geralmente se tem no curso de Animação, até por eu ter vindo do Jornalismo e ter feito estágios em programas de TV anteriormente”, conta.

O cenário positivo deixa Otávio ainda mais confiante. Ele acredita que Santa Catarina se tornará um polo, pois vários alunos com muito potencial estão se formando. Além disso, superindica a carreira: “Gosta de desenho e tem paciência? Seja bem-vindo!”.

Dicas, pra que te quero!

Curtiu ficar por dentro da área da animação? Então confere mais uns toques:

  • Não tenha medo de errar; gambiarras sempre surgem no caminho, mas no final tudo dá certo;
  • Fique tranquilo(a), os professores costumam ter muita experiência de mercado e vão ajudar você;
  • Pratique o quanto você puder, pois a melhora no seu trabalho será notável;
  • Salve, documente e exponha seus trabalhos;
  • Faça uma comparação do antes e depois dos seus desenhos; isso fará com que você se sinta mais motivado(a) com a sua evolução. 

A Série Profissões não acaba por aqui! Confira outras graduações que os estudantes compartilharam com a gente! Até mais 😉