Neste post vamos contar a história e os métodos de estudo que a Valentina Ryan utilizou para passar em Medicina na UFRR!

Ela tem 20 anos, é de Boa Vista e sempre quis cursar Medicina. A Valentina saiu do ensino médio dominando história e biologia, mas no caso da física – especialmente mecânica – ela só perdeu o medo depois de assistir às aulas do Felipe Ben.

blog_valentina1

Batemos um papo para conhecer sua rotina de estudos durante os 2 anos e meio de preparo. Dividimos a conversa em 4 tópicos, confira abaixo! 🙂

Rotina de estudos

É bem importante seguir uma rotina de estudos para dar ritmo e foco na preparação para as provas do ENEM e dos vestibulares. A Valentina organizava seus dias entre aulas particulares de manhã e estudos em casa, durante a tarde, com foco em 2 matérias por dia.

 

Estudava uma de exatas e outra de humanas, para trabalhar diferentes partes do cérebro e não me sobrecarregar. Além disso, colocava metas de horas de estudo e simulados, medindo mensalmente para ver se eu estava evoluindo nos conteúdos.”

 

Vida social x estudos

Equilibrar vida social e estudos não é uma tarefa muito fácil, mas é fundamental para aliviar o stress e curtir com quem você gosta. Quando perguntamos o que a Valentina fazia para conciliar ambos, ela contou: “nunca fui de ir para a balada, mas por ser apaixonada por cinema, sempre achava um tempo para ir toda a semana”.

Seus sábados à noite eram dedicados aos estudos, muitas vezes em grupo.

 

Ajudava colegas com biologia, química e história.”

 

Para as tarefas pessoais, ela tirava toda as segundas-feiras, até às 10h. “Fazia as unhas, cortava o cabelo, pagava contas….era o dia e horário que eu menos rendia, então aproveitava para cuidar deste outro lado.”

Cuidados com a saúde

Durante uma rotina de estudos intensa, é bem possível que a gente não perceba alguns sinais que o nosso corpo está dando.

A Valentina frisou a importância de cuidar da saúde e da alimentação, “Eu dormia de 4h a 5h por dia, o que me rendeu olheiras e altas doses de café. Não recomendo para ninguém”. Ela também nos contou que lia sobre dicas de como a alimentação poderia influenciar na memória, além da otimização do tempo.

A ansiedade é um dos fatores que mais podem atrapalhar o dia a dia. A Valentina contou um momento em que teve que lidar com isso:

 

Teve uma situação no ENEM em que marquei um risquinho errado no gabarito. Chamei a fiscal e ela disse que aquilo não prejudicaria na resposta. Fui ao banheiro, lavei o rosto, me acalmei e voltei para a prova”.

 

Outro fator que contribui para ficar mais tranquilo e não ter tanto medo da prova é começar cedo a preparação. “Praticar antes das provas ajuda para quando chegar o dia, vira automático.”

“Eu também estudava na biblioteca, junto a outras pessoas, para me acostumar com o barulho ao redor – sem contar as músicas clássicas que me ajudavam na concentração”, contou ela.

Por que escolheu o Me Salva!

Quando perguntamos por que ela começou a estudar com a gente, disse que “O Me Salva! não mostra o professor, focando visualmente só na matéria. Eu tinha dificuldade de imaginar os movimentos em física e os desenhos ajudaram muito”.

A Valentina conseguiu lembrar dos movimentos vistos enquanto fazia as provas, o que a ajudou muito no desenvolvimento das questões.

Após a entrevista, pedimos que ela desse 3 dicas para quem quer passar em Medicina:

  1. “Não se desespere, treine muito e vá evoluindo progressivamente em tempo de estudo por dia. Em Medicina, tudo é treino. Se não está entendendo algo, volte e faça novamente.”
  2. Leia muito. Vai ser importante para a faculdade este hábito, pois o curso de Medicina tem uma carga alta de leitura, chegando a ter de ler 120 páginas de um dia para o outro.”
  3. “No dia da prova, chegue cedo e tente controlar a ansiedade antes de começar. Eu fazia primeiro as matérias específicas para Medicina e sempre intercalava uma matéria de exatas e outra de texto. Fazia primeiro as matérias que tinha mais facilidade para garantir aquilo que mandava melhor, deixando de 30 a 40 minutos para o gabarito.”

Esperamos que as dicas da Valentina ajudem você a ter uma rotina de estudos mais produtiva!

Conte pra gente, nos comentários, como é sua rotina de estudos e que conselho você daria para quem também está se preparando! 😉