Confira a história de superação da Cris, que conquistou a sonhada vaga em Medicina

“Bom, eu sou a Cristiane, mas pode me chamar de Cris!”. Assim começou o nosso papo com a Cristiane Silva, estudante do Me Salva!, que, aos 21 anos de idade, conseguiu o tão almejado sonho de passar em Medicina na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT).

CRIS

Nascida em Colíder, cidade de aproximadamente 30 mil habitantes no interior do Mato Grosso, a Cris deixou os pais orgulhosos ao se mudar para Cuiabá para estudar Química, já na UFMT.

 

Passado algum tempo, percebeu que o curso não era pra ela, e o sonho da Medicina começou a aparecer – 

 

De família humilde e trabalhadora, a mãe trabalha como empregada doméstica, e o pai é faqueiro em um frigorífico, a Cris precisou de um plano arquitetado e muita persistência para alcançar a vaga.

 

Conseguiu transferência para o curso de Enfermagem dentro da própria universidade e começou a trabalhar em uma bolsa de pesquisa para poder continuar morando e estudando em Cuiabá. – 

 

Conheceu o Me Salva! em 2014, quando começou a assistir às aulas de cálculo do Miguel no Youtube, ainda para o curso de Química. No final desse ano, saíram os primeiros pacotes de aulas para o ENEM e Vestibulares e como recorda: “Foi perfeito pra mim, por que eu não tinha nem grana nem tempo para frequentar um cursinho presencial.” Na época, ela pagou o Me Salva! com o dinheiro que recebia na bolsa de pesquisa.

Desde abril do ano passado a Cris aproveitou todas as aulas e mandou ver nos estudos. Passava o dia na faculdade trabalhando e estudava nos intervalos do dia e à noite, sempre de 4 a 6 horas por dia.

Quando perguntamos como foi esse período para ela, ouvimos um sincero: “Foi bem estressante”. A saudade dos pais apertou e a rotina pesada de trabalho e estudo não foi fácil! Para passar por cima do estresse, a Cris procurou se ocupar 100% do tempo e não deixar o cansaço levar a melhor. Sobre o desânimo, que sabemos que às vezes aparece na rotina dos estudantes em busca de uma vaga, foi enfática:

 

Não deixei o desânimo bater. Me ocupei o tempo todo! Quando a gente tem um objetivo em mente, não importam os obstáculos!”

 

Mesmo muito focada no trabalho e nos estudos, ela se permitia uma distração saudável, com pausas pra almoçar ou ir ao cinema com os amigos da faculdade, e um contato distante, mas presente, dos amigos via Whatsapp. Para fazer uma graninha extra e recuperar conteúdos, dava aulas particulares de Matemática e Química.

 

Olhando pra trás, mesmo tendo sido muito difícil, considera que o esforço valeu a pena, porque agora só coisas boas virão. – 

 

As suas aulas só vão começar em junho, então, está aproveitando as “férias” para descansar e se preparar para a próxima etapa dessa trajetória que, temos certeza, será de muito sucesso.

“Eu que agradeço muito a vocês por terem proporcionado essa mudança na minha vida e por serem um possibilitador, para que outras pessoas, sem tantas condições, possam alcançar seus objetivos” – disse a Cris, depois de agradecermos por ter nos contado a sua história.

Esperamos que a história da Cris tenha inspirado você a persistir! Queremos ajudar cada vez mais estudantes a alcançarem seus sonhos.

Conte pra gente o que você achou nos comentários e até a próxima! 😉