O curso mais difícil de entrar SEMPRE é Medicina:

  • a segunda maior Nota de Corte do SISU em 2017, entre todos os cursos, foi para Medicina na Universidade de São Paulo (USO): 831,3
  • no vestibular para a Fuvest 2018, haviam 136 inscritos para cada vaga.

Mas como é lá dentro? Quantos anos em média se leva para se tornar Médico? Tem estágio? É caro? Quais são as especialidades?

Faculdades de Medicina

Não são todas as universidades que têm Medicina. O Conselho Federal de Medicina (CFM) tem 181 escolas médicas cadastradas no seu sistema, então, oficialmente, essa é a quantidade de faculdades disponíveis. Se quiser procurar a melhor para você, é só entrar aqui.

Quantos anos dura o curso?

O curso pode parecer longo, mas é corrido!

Medicina é um curso que dura, no mínimo, seis anos (12 semestres) – as aulas costumam ser em turno integral e algumas disciplinas e atividades costumam ser nos sábados. O curso é dividido em:

  • Básico – o 1º e o 2º ano. É o período do curso com as disciplinas introdutórias e mais teóricas.
  • Clínico – mais dois anos. O começo da convivência com pacientes e um estudo mais aprofundado sobre doenças.
  • Internato – os dois anos finais. É o estágio, nessa parte o conhecimento é colocado em prática. São 12 semanas em cada uma dessas áreas: Clínica Médica, Pediatria, Ginecologia e Cirurgia. Além disso, são apresentadas algumas especialidades como Dermatologia, Oftalmologia, Medicina Preventiva, Psiquiatria e Otorrinolaringologia.

Após a graduação, o estudante de medicina se forma como Clínico Geral. Para ser especialista em alguma área, é necessário uma especialização de, no mínimo, mais dois anos.
Então, toda formação médica dura de 6 a 11 anos, no teoria.

Internato x Residência

  • Internato é o estágio dos estudantes de Medicina, os dois últimos anos de faculdade que servem para colocar todo conhecimento adquirido em prática;
  • Residência já é uma especialização obrigatória em Clínica Médica. Ela dura de dois anos a cinco anos.

Como funcionam as especialidades?

via GIPHY

Seis anos para se formar. Só que se você quiser ser médico, vai ter que estudar por, no mínimo, mais 2 anos:

  • Residência – dois anos trabalhando 60 horas por semana em um hospital do SUS. É uma especialização obrigatória em Clínica Médica e o período de preparação para alguma das especialidades.
  • Especialização – você escolhe qual área quer se especializar e passa dois anos estudando. A mais procurada é Cirurgia Plástica, mas existem em torno de 50 especializações possíveis, como Cardiologia, Dermatologia, Ortopedia, etc.

Quanto custa uma faculdade de Medicina?

via GIPHY

Medicina, em geral, é um dos cursos mais caros. Os valores podem chegar a mais de 10 mil reais por mês – a Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal, em Campo Grande, tem a mensalidade de R$ 13.584,00, mas isso não é algo comum. A maioria costuma cobrar entre 4,5 e 5,5 mil reais a cada mês. As particulares, é claro. Universidades públicas (sejam federais ou estaduais) são gratuitas, mas, normalmente, mais difíceis de entrar.

Não gosto de sangue. Vou ter problemas?

Durante as aulas de anatomia, por exemplo, vai ser necessário analisar e manusear um cadáver. No internato, você vai precisar tirar sangue de algum paciente. Mas não veja esse medo como algo que vai te impedir de fazer Medicina – muitas áreas para especialização não lidam, necessariamente, com sangue e afins. Isso é uma oportunidade de evoluir, de passar por cima de algo.

E será que o curso de Medicina realmente é para mim?

via GIPHY

Sendo sincero: é um curso que prepara para uma das 5 profissões mais bem pagas do país, mas que exige dedicação integral, foco total e muito autocontrole emocional. Um médico tem, em média, uma carga horária semanal de 60 horas (12 horas por dia, se sábados e domingos não forem contabilizados), lida com diversas situações tensas e de grande responsabilidade e, além de tudo isso, precisa se manter estudando por toda a profissão.

Por isso, é bom conhecer ao máximo a área, conversar com estudantes e profissionais já formados para saber o máximo sobre o curso e a profissão. Isso te ajudará a ter certeza sobre a decisão de cursar Medicina, e te dará ainda mais garra para batalhar por um sonho tão bonito.