Depois do professor Tiago dar todas as dicas para mandar bem na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (perdeu? Clica aqui), fecharemos o Raio-X do Enem com chave de ouro: o professor Alisson Hatsek vai contar como funciona o método de avaliação das provas do Enem, a Teoria de Resposta ao Item (TRI)!

Afinal, o que é o TRI?

Se dois amigos fizerem o ENEM e acertarem o mesmo número de questões, eles vão tirar a mesma nota? Provavelmente não.

 

Por que não?! Socorro! – 

 

Calma! Isso está diretamente relacionado com a maneira como a nota do Enem é calculada. Alisson conta que, normalmente, no colégio ou na faculdade, nossas notas são calculadas a partir da soma dos acertos divididos pelo total de questões. Geralmente, há uma nota mínima igual a zero e uma máxima igual a 10 ou 100.

1Será que vale a pena chutar? Huffington Post.

“Por exemplo, se uma prova tem 10 questões e dois estudantes acertarem 5 questões diferentes, eles vão tirar a mesma nota, que é igual a 5 ou 50. No Enem, eles iriam tirar notas completamente diferentes, mesmo acertando o mesmo número de questões.

3 parâmetros

Alisson conta que, além disso, existe a possibilidade de alguém acertar mais questões e tirar uma nota menor que outra pessoa que acertou menos questões.

Isso está relacionado com a TRI:

Esse método utiliza como base 3 parâmetros: 1) Discriminação do Item/Questão: diferencia os que possuem habilidade para responder a questão dos que não possuem; 2) Grau de Dificuldade do Item/Questão: a prova é dividida, além de áreas e matérias distintas, em níveis de dificuldade; 3) Probabilidade de Acerto Casual: se um aluno errar uma questão fácil e acertar um questão difícil do mesmo assunto, isso pode caracterizar um possível chute”.

 

Logo, é lógico pensar que é necessário saber o básico de um assunto para acertar uma questão avançada.

Utilizando o método TRI, por meio das questões, dos acertos e erros, o Enem avalia todas as capacidades e usa isso para calcular a nota – chamada de proficiência – que é identificada pela coerência dos acertos da prova“A partir disso podemos, já de cara, saber que as questões têm pesos diferentes. E mais: as questões têm influência umas nas outras! Não importa só quantas questões você acertou, importa também quais questões você acertou.

Alisson afirma que a prova irá medir não só o seu desempenho, mas a sua habilidade/capacidade de lidar com os problemas através da coerência das respostas.

 

– Quer saber ainda mais sobre o Enem e o TRI? A gente elaborou um Guia completo pra te dar uma forcinha! 😉 – 

 

Ah, e se você quiser dicas do que pode cair no Enem, pela visão dos professores do Me Salva!, confira os nossos posts especiais com um Raio-X de cada prova do Enem: Ciências da Natureza e suas TecnologiasMatemática e suas TecnologiasCiências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Ficou curioso para saber mais? Bora conferir a aula ao vivo que rolou, aqui! Até mais!