Passadas as puxadas provas do Enem, chega a hora da inscrição no Sisu (Sistema de Seleção Unificada). Ou seja, mais uma maratona vindo por aí! E como em todo processo seletivo, precisamos pensar em algumas estratégias de acordo com o nosso perfil (e a nossa realidade!).

 

Será que mudo de curso?”, “Será que tento uma vaga em outro estado?”, “Espero a segunda chamada?” Se essas são algumas das suas dúvidas, então bora conferir dicas que podem ajudar na sua aprovação.

 

1Os candidatos costumam ficar grudados na página do Sisu durante o período de inscrições. Pexels.

Não esqueça! Antes de tudo, você precisará saber o número da inscrição e a senha que você escolheu no momento da inscrição do Enem. Assim que as inscrições no sistema estiverem disponíveis, partiu acessar o site do Sisu!

1. O curso que eu quero!


giphy.com

No Sisu você poderá se inscrever em até duas opções de curso. Mas, se você se preparou o ano inteiro para essa vaga, no primeiro dia escolha o curso que você realmente deseja.

Essa é a hora de agarrar aquilo que você quer, então nada de inscrever-se em uma graduação com mais vagas disponíveis só para ser aprovado(a), mas depois não seguir porque não era o que você realmente queria.

2. De olho na nota de corte


giphy.com

A tal da nota de corte é a pontuação mínima que você precisa para ingressar em determinado curso. O sistema calcula diariamente as notas dos candidatos. Por isso, é importante ficar ligado(a) no processo, pois um dia você poderá estar dentro e, no outro, fora. 🙁

Uma pesquisa em edições anteriores sobre as notas de corte das universidades que você quer é uma boa para se ter uma base.  Você pode também simule as suas chances de aprovação no Simulador Sisu, aqui do Me Salva!, tendo como base as notas de corte do SISU 2017. 

3. Número de vagas x número de candidatos

A nota de corte é importante, mas a concorrência também pode ser crucial. Às vezes, uma universidade exige nota mais baixa para entrar, e isso pode sugerir que seja mais fácil ser selecionado(a), mas há um número elevadíssimo de concorrentes disputando as vagas.


giphy.com

Vale analisar se estudar naquela instituição é de extrema importância para você, pois uma saída é optar por uma universidade com nota maior e com menos candidatos.

4. Plano B

Não foi dessa vez que a sua nota do Enem foi aquela maravilha? Então, quem sabe seja a hora de pensar em uma segunda opção de curso? Quem se inscreve em outra opção também precisa ficar atento(a) a alguns detalhes.

Você precisará escolher uma segunda opção em que a concorrência seja menor que a da primeira para, assim, ter chances de passar até a segunda chamada.

via GIPHY

Na Lista de Espera, você concorre apenas com a primeira opção escolhida.

5. Longe de casa

giphy.com

Antes de tentar a vaga em outra cidade, é preciso ter consciência de que toda mudança exige muito planejamento. E principalmente, você terá condições financeiras? Está preparado(a)? Mais uma vez, inscrever-se somente para passar pode ser frustrante.

É legal também pesquisar os programas de auxílio ao estudante, como bolsas e moradia estudantil, na universidade em que você pretende ingressar.

6. Estratégias até o último dia

Como a última inscrição confirmada é a que será considerada pelo sistema, você ainda pode dar aquela olhadinha até o último dia do processo. Se a sua nota estiver mais alta do que a nota de corte, poderá respirar mais tranquilo(a), embora o resultado não saia imediatamente!


giphy.com

Se a nota estiver abaixo, dê uma olhada no número de vagas oferecidas. Se as suas chances são poucas, a dica é avaliar se vale a pena mudar de universidade ou optar por outro curso na mesma universidade.

7. Ainda há chance!

Durante a chamada regular há muitas desistências. Candidatos que não se matricularam porque foram aprovados em outros vestibulares, estudantes que não conseguiram mudar de cidade e muitos outros motivos.


giphy.com

Então, não é hora de desanimar! As notas de corte começam a ser menores e as suas chances podem aumentar.

 

Atenção: fique atento(a) ao cronograma, pois você precisa marcar no sistema o seu interesse em participar da Lista de Espera. – 

 

Vestibular é estratégia! Assim como você planejou a sua rotina de estudos o ano inteiro, o momento da inscrição também merece dedicação. Esperamos ter dado uma forcinha nessa! Até mais!