Ela é cúmplice do seu esforço, sucesso e também companheira nas horas de procrastinação e desânimo. A gente sabe que não há lugar como a nossa escrivaninha (que também pode ser a mesa da sala ou aquele lugar onde despejamos nossos cadernos e livros em casa) para estudar.

 

Só que, depois de um tempo, pode ser um pouco cansativo encarar os livros e resolver exercícios todos os dias no mesmo lugar. –

 

De vez em quando é bom mudar a rotina de estudos procurando novos ambientes para se concentrar. Para incentivar a mudança de ares, sugerimos cinco lugares (além da sua escrivaninha) para estudar. Confere aí!

1. Em uma charmosa cafeteria

Eles são, na maioria das vezes, charmosos, têm aquele cheirinho maravilhoso de CAFÉ (dã!), conexão com a internet e outras pessoas estudando e trabalhando. Os cafés são uma ótima pedida para aqueles dias em que você PRECISA ver outras pessoas (nem que elas sejam só desconhecidos). Além disso, o lugar tem aquele líquido dos deuses, que manda o sono pra bem longe. 💛

Lado negativo: pode ser um pouco barulhento, dificultando a concentração, e você precisa pagar pelo café (melhor deixar para quando receber o salário/mesada)!

5Passa esse café pra cá! 😉 Pexels.com.

2. Ao ar livre

Não dá para levar todo o material para o parque, praça, sítio ou praia, mas que tal ler seus resumos ou algum dos livros de literatura ao ar livre? Às vezes ficamos tão concentrados no objetivo que esquecemos que existe um mundo lá fora! Transformar o banco do parque em local de estudos por uma tarde pode ajudar você a ter novas perspectivas sobre o estudo!

Lado negativo: não tem ar-condicionado ou ventilador, nem internet. Além disso, certifique-se de que escolheu um lugar seguro!

2Diga “olá” à natureza! 😛 Pexels.com.

3. Em bibliotecas

Depois da escrivaninha, elas são suas melhores amigas! Parecem emitir um mantra que diz: “estude, estude, estude!”, além de serem ótimas para a concentração. Pode ser a biblioteca do colégio, das universidades da sua cidade ou bibliotecas públicas. Você pode testar todas! Normalmente, espaços com mesas entre as estantes de livros são ótimos para se acomodar e colocar todo o material de estudo por ali mesmo. Sem contar que ver outras pessoas estudando, parece aumentar a nossa vontade de se juntar a elas!

Lado negativo: se você é um estudante barulhento, pode não ser um lugar muito bom para estar, já que a maioria das bibliotecas exige aquele silêncio básico.

3Estude, estude, estude! Pexels.com.

4. No transporte público

Muita gente passa um grande tempo do dia se locomovendo em ônibus, trens e metrôs. O transporte público também pode virar local de estudo, por que não? Não dá para fazer exercícios, mas você pode ler um livro, planejar os argumentos que vai usar no tema de redação da semana, escutar um podcast (conteúdos em áudio) ou algo do tipo. Não custa tentar!

Lado negativo: algumas pessoas sentem enjôo ao ler em veículos em movimento. 🙁 Se isso acontecer com você, dê preferência para outras atividades!  

1O ônibus também pode ser um lugar para estudar! Pexels.com.

5. No campus da Universidade

O objetivo do estudo é passar no vestibular da universidade da sua cidade? Então, que tal frequentá-la como um incentivo extra para passar? Normalmente, a entrada no campus é livre e eles são cheios de mesinhas, bibliotecas e bancos para estudar. Passar um dia sentindo como é o “clima” da universidade que você pretende cursar pode dar um gás extra e aumentar a vontade de estudar.

Lado negativo: se não existirem universidades na sua cidade, essa sugestão não é possível. Mas, para entrar no clima da universidade, você também pode pesquisar sobre ela na internet.

4Vem entrar no clima! Pexels.com.

Da próxima vez que rolar aquele tédio em frente à escrivaninha, você já sabe para onde transferir seu local de estudos! Gostou? Então agora que você já teve ideias de lugares para estudar, aproveita e confere alguns hábitos para incluir na rotina de estudos em 2017. Até a próxima! 😉