Quem nunca passou por uma ponte, visitou um arranha-céu ou assistiu no Discovery Channel aquele documentário massa sobre grandes obras e ficou se perguntando “como é que o ser humano conseguiu fazer isso”?

 

Algumas obras deixam a gente de queixo caído mesmo. 😛 –

 

É por isso que, depois de mostrar algumas invenções da Engenharia que mudaram o mundo, a gente conta algumas curiosidades sobre grandes obras feitas por engenheiros. Confere aí:

1. Gotthard Base Tunnel

 

É o túnel ferroviário mais longo e profundo do mundo. –

 

Foi inaugurado em junho de 2016 e tem 57,5 km de comprimento, o equivalente à distância entre São Paulo e Santos em linha reta. Está localizado a 2,3 km de profundidade nos Alpes Suíços (sim, aquele lugar com as paisagens mais lindas do mundo!).

 

A obra já é considerada uma das mais incríveis do século XXI. Demorou 17 anos para ficar pronta. –

 

3Operários e a máquina de escavar túneis gigante usada na perfuração. Foto: AlpTransit Gotthard / Divulgação.

Os engenheiros encontraram mais de 73 tipos de rocha durante a escavação do túnel, que começou em 1999. Todo cuidado era pouco para não atingir falhas geológicas, pois os Alpes são uma Cordilheira.

 

Foram retirados da obra 13,3 milhões de metros cúbicos de escombros. –

 

O Gotthard Base Tunnel custou mais de R$ 37 bilhões e promete revolucionar o transporte na Europa. As viagens regulares começaram em dezembro de 2016. Graças a ele, uma viagem entre Berlim, na Alemanha, e Milão, na Itália, que antes demorava cerca de 13 horas, agora pode ser feita em apenas duas.

Aleatoriedades:

  • Por causa do calor que fica preso abaixo das montanhas dos Alpes, a temperatura dentro do túnel pode chegar a 45ºC;
  • 9 trabalhadores morreram em um acidente durante as obras. O número pode parecer alto, mas, na construção de um túnel bem próximo, as vítimas foram 177 e mais de 700 feridos em apenas 15 km de escavações;
  • O governo suíço estima que, com o novo túnel, o número de pessoas usando ferrovias no país suba de 9 mil para 15 mil até 2020.

2. Canal do Panamá

 

O atalho mais incrível do mundo. Poupa os navios de uma travessia de duas semanas em volta da América do Sul. –

 

Inaugurado em 1914, o Canal do Panamá liga o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico. Tem 77,1 km de comprimento e a travessia pode demorar de 8 a 10 horas. Sua construção se estendeu por mais de 10 anos e foram usados 13,6 milhões de quilos de explosivos para abrir caminho durante as obras.

1Vapor Ancón inaugurou oficialmente o início das operações em agosto de 1914. Foto: Canal de Panamá / Divulgação.

O maior desafio enfrentado pelos engenheiros foi corrigir os desníveis (diferenças de altitude) entre os Oceanos e o lago Gatun, que fica no meio do canal. Para resolver o probleminha, criaram um sistema de eclusas, que são elevadores separados por comportas. Elas fazem os navios subirem ou descerem de acordo com o nível da água. Dá uma olhadinha no vídeo e descobre como funciona: 

O sistema de eclusas, como mostra o vídeo, ajuda os navios a atravessarem o Canal do Panamá. Vídeo: YouTube / De Olho na Engenharia.

Em junho de 2016 foi inaugurada a ampliação do Canal do Panamá. Com a nova obra, navios muito maiores podem fazer a travessia. –

 

Aleatoriedades:

  • A primeira tentativa de construir o canal, em 1880, não deu certo e a obra teve que ser abandonada. Engenheiros e trabalhadores franceses não receberam investimentos o suficiente e sofreram com doenças como febre amarela e malária. Estima-se que mais de 22 mil pessoas morreram. Em 1904, os americanos assumiram a obra e conseguiram finalizar o canal;
  • Mais de 56 mil pessoas trabalharam na construção;
  • Um navio cargueiro pode pagar até R$ 500 mil pela travessia do Canal do Panamá. O pedágio é calculado por peso.

3. Estação Espacial Internacional

Que tal viver em uma casa que viaja em volta da Terra a 27 mil km/h? Essa é a realidade dos astronautas da Estação Espacial Internacional.

 

Pesando 420 toneladas, a ISS (Internacional Space Station) é uma obra de cooperação mundial  feita com a ajuda dos EUA, Japão, Rússia e de alguns países da Europa. –

 

Começou a ser construída em 1998 e ainda não está pronta! Isso porque seria impossível montar a estação na Terra e mandá-la para o espaço. Então, os engenheiros criaram módulos, ou seja, peças que são levadas uma a uma. Já foram mais de 40 viagens e não deu para montar tudo. 😜

4Um pedacinho da Estação e sua vista privilegiada da Terra. Foto: NASA – Johnson Space Center / Divulgação.

Os engenheiros pensaram em tudo: módulos para os astronautas dormirem, comerem, irem ao banheiro e fazerem exercícios. Além disso, a Estação também tem vários módulos com laboratórios de pesquisa.

A ISS tem oito grandes painéis solares que fornecem energia para a estação. Juntos, eles produzem o suficiente para abastecer 40 casas aqui na Terra.

Aleatoriedades:

  • Mais de 115 voos espaciais em cinco tipos diferentes de aeronaves foram feitos para construir a estação;
  • Em média, a Estação Espacial Internacional vê 16 amanheceres e entardeceres por dia;
  • Dá para acompanhar a trajetória da ISS ao vivo pelo streaming criado pela NASA.

4. Burj Khalifa

É o detentor do recorde de estrutura mais alta já construída pelo homem. Tem 828 metros de altura e mais de 160 andares. O Burj Khalifa fica em Dubai e demorou seis anos para ser construído.

 

380 engenheiros e técnicos ajudaram a erguer o maior arranha-céu do mundo. –

 

2Mais de 160 andares de luxo e ostentação no Burj Khalifa. Foto: burjkhalifa.ae / Divulgação.

Inaugurado em 2010, tem em sua fundação mais de 45 mil m³ de concreto, além de 192 pilares enterrados a 50 metros de profundidade. O prédio pode ser visto com até 95 km de distância. 😮 

 

57 elevadores e 8 escadas rolantes ajudam no transporte dos visitantes do Burj Khalifa. –

 

Aleatoriedades:

  • Durante os anos de construção, o arranha-céu foi chamado de Burj Dubai. Mas aí, do nada, no discurso de inauguração o nome virou Burj Khalifa. Foi uma homenagem (às escondidas) ao Sheikh Khalifa, emir de Abu Dhabi, que teria socorrido o governo de Dubai ao emprestar US$ 20 bilhões para terminar o prédio;
  • O arranha-céu é um prédio misto, ou seja, é comercial e residencial. É o primeiro edifício mais alto do mundo onde se pode morar;
  • Os preços para subir no prédio e curtir a vista variam de R$ 128,00 a R$ 308,00. Salgado, né? 👀

E aí, curtiu conhecer algumas das grandes obras da Engenharia? Fica ligado(a), logo a gente conta mais curiosidades sobre os engenheiros por aqui! Até mais! 😉