ga('create', 'UA-40316048-1', 'auto'); ga('create', 'UA-71600057-1', 'auto', {'name':'backup'}); ga('send', 'pageview'); ga('backup.send', 'pageview');

O verão chegou e nada melhor que colocar os pés na rua, ainda mais quando se tem a oportunidade de estar em uma cidade como Recife!

 

Confira as dicas que separamos pra você aproveitar ao máximo a capital pernambucana. 😉 – 

 

Pernambuco não é grande só no nome. A história, a cultura e a beleza natural são marcas desse estado tão querido. Em 1630, a Capitania de Pernambuco foi invadida pela Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, por ser a maior produtora de açúcar do mundo no período do Brasil Colônia.

Em Recife, foi iniciada a construção da Cidade Maurícia, a capital do Brasil Holandês, que foi governada por Maurício de Nassau. Esse fato histórico, rendeu à cidade diferentes construções arquitetônicas.

Do início às correntezas

O rio que “de usina conhecia o que os rios tinham contado”, como escreve João Cabral de Melo Neto, é o Rio Capibaribe. Essas águas famosas atravessam o centro de Recife e proporcionam passeios incríveis de barco.

 

Já pensou em um fim de tarde pelas águas do Capibaribe?! – 

 

1À margem do Capibaribe, diferentes construções. Divulgação.

A correnteza dos rios leva a diferentes caminhos, mas, se você quer chegar no ponto de origem da cidade, precisa ir até a Praça Rio Branco.

 

Localizada no coração do Recife Antigo, a Praça é conhecida como Praça do Marco Zero. – 

 

No centro da Praça Marco Zero encontra-se uma Rosa dos Ventos, feita pelo artista plástico Cícero Dias. A arte é inspirada em sua obra “Eu vi o mundo… Ele começava no Recife” e é feita de pedras. Depois de tanta beleza, alguma dúvida que o mundo começa no Recife?! 😛

4Uma obra de arte a céu aberto no centro da cidade. Divulgação.

Da arte dos passos à Cerâmica

Localizado no Bairro do Recife, o Paço do Frevo é um espaço para quem respira cultura! No local, encontra-se pesquisa, lazer e formação nas áreas da dança e música do frevo.

Você pode apenas fazer uma visita, mas também pode se matricular em algum curso. As histórias e os personagens do frevo são celebrados em exposições temporárias e de longa duração.

 

É uma forma de experimentar o carnaval pernambucano durante o ano todo. – 

 

Outro lugar massa para se conhecer é a tradicional Oficina Cerâmica Francisco Brennand. O lugar é um museu de arte brasileira, criado pelo artista plástico pernambucano que dá nome à Oficina.

Antiga fábrica de tijolos herdada de seu pai, o local é cercado por remanescentes da Mata Atlântica e pelas águas do Rio Capibaribe. A Cerâmica São João tornou-se fonte inspiradora da história do artista. O conjunto arquitetônico chama a atenção e a obra está em constante mutação.

Do sertão às belas igrejas

O Museu Cais do Sertão é um museu interativo sobre o sertão e o grande músico e compositor Luiz Gonzaga.

2O espaço é um empreendimento de economia criativa e está localizado no antigo Armazém 10 do Porto do Recife. Divulgação.

Uma mistura de música e história que ensina muito sobre o Nordeste. Pra quem vem de fora, um grande aprendizado; para os nativos, orgulho de sobra!

Além disso, cidades históricas sempre apresentam belas igrejas e Recife não é diferente. A Igreja Madre de Deus é um templo religioso católico romano localizado no Recife Antigo. Construída no século XVIII, o interior da igreja atrai muitos visitantes.

 

Não precisa ser religioso, basta curtir um pouco de história e de arte. 😉 – 

 

3História e beleza no interior das igrejas. Divulgação.

Se liga na Agenda!

Ao ar livre

  • O que: Rio Capibaribe
  • Quando: todos os dias
  • Onde: Cais Santa Rita, s/n – São José
  • $$: consultar valores de barcos
  • Mais info
  • O que: Praça do Marco Zero
  • Quando: todos os dias
  • Onde: Praça do Marco Zero, s/n – Centro
  • $$: gratuito
  • Mais info

Dança

  • O que: Paço do Frevo
  • Quando: terças a sextas, das 9h às 17h e sábados e domingos, das 14h às 18h
  • Onde: Praça do Arsenal da Marinha, s/n – Bairro do Recife
  • $$: 8, estudantes pagam meia
  • Mais info

Museu

  • O que: Oficina Cerâmica Francisco Brennand
  • Quando: segunda a quinta, das 8h às 17h, sextas, sábados e domingos até às 16h
  • Onde: Rua Diogo de Vasconcellos, S/N – Várzea
  • $$: consultar atividades
  • Mais info
  • O que: Museu Cais do Sertão
  • Quando: terça a sexta das 9h às 17h, sábados e domingos 13h às 17h
  • Onde: Armazém 10 – Av. Alfredo Lisboa, s/n – Recife Antigo
  • $$: 10
  • Mais info

Arte sacra

  • O que: Igreja Madre de Deus
  • Quando: todos os dias, das 8h às 12h e das 14h às 18h
  • Onde: Rua Madre de Deus, s/n, Recife Antigo
  • $$: gratuito
  • Mais info

Curtiu nosso roteiro?! O Conexão Cultural é assim, não te deixa parado(a), afinal, tá cheio de aprendizado e conhecimento por aí! Até nosso próximo passeio. 😉